São Paulo Aberta: Atividades do dia 24/10

Neste post reunimos os vídeos das atividades no segundo dia de programação do São Paulo Aberta, evento que ocorreu entre 23 e 27 de outubro e foi fruto de um esforço multi-secretarias da administração municipal. A iniciativa buscou promover a transparência da gestão pública, a participação social, o acesso à informação e a inovação tecnológica na capital paulista.
Representantes e articuladores de redes e movimentos populares, ativistas da cultura digital e pesquisadores marcaram presença em seminários, paineis de experiências de construção e monitoramento de políticas públicas pela sociedade civil, oficinas e grupos de trabalho que discutirão políticas de participação e de transparência no âmbito municipal. A cobertura do primeiro dia de evento está disponível neste link.
Confira abaixo os registros da programação da quinta-fera (24/10), que sob o tema “Governo Aberto à Participação” contou com duas mesas de debates, a apresentação de quatro experiências sobre transparência e controle social e o Café Hacker da Saúde:
Mesa de debate:

Razões e Sentidos da Participação Social – por que a participação é fundamental para o governo aberto .
– Joana Zylbersztajn – chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania
– Frederico Soares de Lima – Coordenador da União dos Movimentos Populares da Cidade de São Paulo e Conselheiro Gestor da STS Penha
– Anna Luiza Salles Souto – Instituto Pólis
– Liane Lira – Coordenadora de Rede de Projetos do Acessa SP e integrante da Transparência Hacker
– Comentadora da mesa: Luciana Tatagiba – Professora do Departamento de Ciência Política da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

Mesa de debate:
Sujeitos da participação: formas de mobilização e engajamento
– Juliane Furno Levante Popular
– Sonia Coelho – integrante da Marcha Mundial das Mulheres
– Diego Rabatone – integrante da Transparência Hacker
– Donizete Fernandes integrante do movimento de moradia
– Debatedora/Comentadora: Beá Tibiriçá – Diretora do Coletivo Digital


Exposição de Experiências:
– Participatório da Juventude – Observatório Participativo da Juventude é um ambiente virtual interativo, voltado à produção do conhecimento sobre/para/pela a juventude brasileira e à participação e mobilização social. Inspirado nas redes sociais, pretende promover espaços e discussões com foco nos temas ligados às políticas de juventude. Iniciativa da Sec. Nacional da Juventude, SGPr e Universidades – Severine Macedo (Secretária Nacional da Juventude)
– De Olho nos Planos – metodologias para a construção participativa e o monitoramento de planos municipais de educação. O portal apoia e estimula o envolvimento das comunidades escolares, trabalhadores(as) da educação, estudantes, pesquisadores(as), gestores(as) e organizações da sociedade civil na elaboração de planos, além de disponibilizar ferramentas digitais de mapeamento e diagnóstico colaborativo. Iniciativa da Ação Educativa com apoio de Undime e Unicef. Denise Carreira, Ação Educativa.
– #DialogoSPDH – Série de conversas com a população promovida pela SMDHC; já foram realizados encontros para a discussão de políticas para LGBT, juventude, migrantes e população de rua. Carla Borges, assessora especial da SMDHC.
– Marcha da Consciência Negra: 10 anos de luta por uma sociedade sem racismo. Marcha que integrou diferentes movimentos em torno da questão de cotas e genocídio de negros. – Flavio Jorge Rodrigues, da SOWETO Organização Negra e Conen – Coordenação Nacional de Entidades Negras
– Comentadora das experiências: Ana Claudia Chaves Teixeira – Núcleo de Pesquisas em Participação, Movimentos Sociais e Ação Coletiva (NEPAC) da Unicamp

Café Hacker Saúde:
CGM, em parceria com Secretaria Municipal de Saúde, reuniu movimentos, jornalistas, pesquisadores e programadores para debater informações disponíveis na área da Saúde e levantar  demandas por novas informações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.