Foto: Mônica Casanova/CGM.

Perdeu o Café Hacker Compras Públicas Abertas? Veja o vídeo!

Evento organizado pela CGM apresentou em detalhes o funcionamento do processo de aquisição de bens e serviços pelo poder público; objetivo é implementar o conceito internacional de “Open Contracting” na Prefeitura

Já está disponível na íntegra o vídeo da última edição do Café Hacker, realizado em 09/06 pela Controladoria Geral do Município, por meio da Coordenadoria da Promoção da Integridade (COPI). Dessa vez, os participantes debateram sobre a transparência dos processos de compras públicas realizadas pela Prefeitura Municipal de São Paulo.

O encontro, que ocorreu no campus Vergueiro da Uninove, reuniu munícipes, organizações da sociedade civil, desenvolvedores, profissionais da área de comunicação e representantes do poder público.

A 12ª edição do Café Hacker foi conduzida pela coordenadora da COPI, Fernanda Campagnucci e pelo assessor da área de Fortalecimento da Gestão e Promoção da Ética, Guilherme Minarelli.

De acordo com Fernanda, a ideia era discutir sobre as formas que a PMSP faz e divulga suas compras – com foco na concorrência e na contratação dos serviços – assim como onde essas informações podem ser encontradas. “Nosso objetivo é mostrar o funcionamento da máquina pública e receber sugestões dos participantes, a fim de aumentar a transparência dos processos, identificando os pontos de maior interesse e atenção”.

Segundo ela, ações como essa “contribuem para um maior controle da gestão pelos cidadãos, geram economias, apoiam o gestor na tomada de decisões, aumentam a competitividade e identificam o mau uso dos recursos públicos”. O projeto baseia-se no conceito internacional de “Open Contracting”, que visa à ampliação da transparência e da participação em todo o processo de aquisição de bens e serviços.

Algumas das sugestões levantadas pelos participantes ao longo do Café Hacker foram a implantação de uma linguagem mais acessível nos documentos da PMSP, com menos termos técnicos, e a criação de mecanismos que facilitem o acesso ao Diário Oficial da Cidade, tanto da forma impressa quanto virtual.

Durante o evento, Edgar Zanella, da OKBr – Rede pelo Conhecimento Livre, também mostrou a experiência da organização com o projeto Gastos Abertos, e falou sobre os desafios de monitorar os dados dos 10.702 contratos disponibilizados desde 2014 pela Prefeitura.

Todas as contribuições foram registradas e sistematizadas pelos participantes durante o evento e, a exemplo das edições anteriores, um documento de “devolutiva” será disponibilizado no blog do Café Hacker após 20 dias. Em breve, o vídeo do evento também poderá ser acessado na íntegra.

Essa edição do Café Hacker contou ainda com a participação do chefe de gabinete e então secretário em exercício da CGM, Daniel Lamounier.

Uma opinião sobre “Perdeu o Café Hacker Compras Públicas Abertas? Veja o vídeo!”

Deixe uma resposta para Carlos Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>