Arquivo da categoria: Eventos

CafeHackerMulheres

‘Café Hacker’ vai debater abertura de dados sobre políticas para as mulheres na cidade de São Paulo

Participantes também poderão aprender a construir tabelas e gráficos em uma oficina com os dados; evento vai apresentar contribuições à 5ª Conferência Municipal sobre a temática

Às vésperas da 5ª Conferência Municipal de Políticas para as Mulheres, a Controladoria Geral do Município (CGM) e a Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SMPM) vão realizar um Café Hacker para debater o acesso a informações e dados com recorte de gênero.

O evento, em sua 13ª edição, acontece em 15 de setembro (terça-feira) na Biblioteca Cora Coralina, primeira biblioteca com temática feminista de São Paulo, inaugurada em julho deste ano no bairro Guaianazes.

Continue lendo

Foto: Mônica Casanova/CGM.

Perdeu o Café Hacker Compras Públicas Abertas? Veja o vídeo!

Evento organizado pela CGM apresentou em detalhes o funcionamento do processo de aquisição de bens e serviços pelo poder público; objetivo é implementar o conceito internacional de “Open Contracting” na Prefeitura

Já está disponível na íntegra o vídeo da última edição do Café Hacker, realizado em 09/06 pela Controladoria Geral do Município, por meio da Coordenadoria da Promoção da Integridade (COPI). Dessa vez, os participantes debateram sobre a transparência dos processos de compras públicas realizadas pela Prefeitura Municipal de São Paulo.

O encontro, que ocorreu no campus Vergueiro da Uninove, reuniu munícipes, organizações da sociedade civil, desenvolvedores, profissionais da área de comunicação e representantes do poder público.

Continue lendo

convite_cafehacker-compraspublicas (2)

Compras Públicas Abertas será o tema do primeiro Café Hacker de 2015

Evento reúne especialistas e a população para debater o sistema de compras da cidade

convite_cafehacker-compraspublicas (2)

Quem nunca foi a uma repartição pública, pegou uma caneta esferográfica e pensou “hum… quanto será que pagaram por isso aqui?”. Seja um objeto simples e barato, muitas vezes comprado em grandes quantidades, ou equipamentos mais caros, como computadores e carros oficiais, essa questão sempre passa pela cabeça de munícipes atentos à gestão dos recursos públicos.

Continue lendo

Café Hacker abre dados da Iluminação Pública da cidade

Você sabia que, de Perus a Marsilac, são necessários 560 mil pontos de luz para cobrir todos os distritos da cidade? Acompanhar cada um deles é um trabalho bastante complexo, uma vez que a fiação nunca teve um sistema capaz de notificar falhas da rede, mas bastante importante, já que seu bom funcionamento tem reflexos em outras questões, mais notadamente a segurança.

Para buscar soluções para este desafio, a Secretaria Municipal de Serviços e a Controladoria Geral do Município vão realizar nesta quinta-feira, 12 de março, o “Café Hacker Iluminação”, um encontro entre desenvolvedores, jornalistas, designers, pesquisadores e demais cidadãos interessados para pensar a disponibilização de informações sobre o tema.

Para esquentar o debate, que acontecerá no Mobilab da SPTrans, o Departamento de Iluminação Pública (ILUME) divulgará seu catálogo de bases de dados e abrirá sua base de solicitações e atendimentos e a base georreferenciada dos pontos de iluminação da cidade.

Que tal um diálogo sobre esses dados? Existe alguma forma que você gostaria de visualizá-los? Já pensou em cruzamentos que podem ser interessantes? Quer saber no que isso pode interferir na sua região? Inscreva-se neste link e venha participar do debate.O MobiLab comporta cerca de 60 pessoas e haverá transmissão online.

Café Hacker Iluminação

Local: MobiLab: Rua Boa Vista, 136 (mezanino), São Paulo, SP
Hora: 18h30 a 21h00
Data: 12 de março de 2015

Inscreva-se: https://docs.google.com/forms/d/1ojhC_rGDalQi9-e6IMlmd0wwM6x88P5xY77rEv2q_G8/viewform

Participantes do Dia Internacional de Dados Abertos criam projetos sobre crise da água e fazem pedidos para abertura de novas bases

Na última segunda-feira, 21/02, foi celebrado o Dia Internacional dos Dados Abertos (Open Data Day2015). A celebração contou com mais de cem eventos por todo o planeta, seis desses aqui no Brasil. A edição da cidade de São Paulo, organizada por Transparência Hacker, PoliGNU e Controladoria Geral do Município, foi sediada pelo Labhacker, próximo ao metrô Armênia.

As atividades tiveram início ainda na parte da manhã, horário que não é lá tão apreciado para o público mais característico, e só foram encerradas no final da tarde, às 17h. Neste período, cerca de 30 pessoas, entre programadores, pesquisadores, engenheiros, servidores públicos, arquitetos, jornalistas e estudantes, estiveram reunidos em busca de estratégias para acessar informações e produzir conteúdos relevantes e didáticos que ampliassem a transparência dos serviços públicos.

Continue lendo

São Paulo participa do Dia Internacional dos Dados Abertos neste sábado (21/2)

International Open Data Day 2015 terá mais de 100 atividades distribuídas pelo mundo

OpenDataDay2

No próximo sábado, 21, acontece o Open Data Day 2015, uma série de eventos com o objetivo de defender e encorajar a adoção de políticas de dados abertos em todas as esferas de governo em todo o planeta.

Neste dia, cidades de países como Austrália, Canadá, França, Japão, Quênia, México, e Índia sediarão mais de cem de eventos relacionados à abertura de dados. O Brasil também está na lista com 6 eventos registrados até o momento, nas cidades de São Paulo – SP, São Carlos – SP (Siga Lei), Porto Alegre – RS (MateHackers e CCDPOA), Teresina – PI (Teresina Hacker Clube), Vila Velha – ES (CCDVV) e no Distrito Federal (Calango Hacker Club) .

Para os paulistanos, os organizadores são a comunidade de prática sobre transparência e participação política Transparência Hacker, o Grupo de Estudos em Software Livre da POLI-USP PoliGNU e a Controladoria Geral do Município de São Paulo (CGM-SP).

Continue lendo

Café Hacker vai apresentar dados das empresas públicas municipais  

Dados administrativos e financeiros das 18 empresas, autarquias e fundações que fazem parte da Administração indireta, como fluxos de caixa, demonstrativos de resultados e indicadores de endividamento, passarão a ser publicados regularmente

A Prefeitura de São Paulo passará a disponibilizar noPortal da Transparência, em formato aberto e acessível por máquinas, todas as informações administrativas e financeiras relacionadas às 18 empresas, autarquias e fundações que fazem parte da Administração Indireta.

Para apresentar os dados, a Controladoria Geral do Município e a Secretaria Municipal de Finançase Desenvolvimento Econômico promovem no dia 27 de novembro, às 9h, umCafé Hacker que contará com a participação de técnicos do Departamento de Defesa de Capitais e Haveres do Município (DECAP). Serão convidados para o evento jornalistas, pesquisadores, programadores e representantes de associações e de movimentos sociais com foco na questão da transparência e do controle social, que poderão fazer perguntas e sugestões.

CET, COHAB, PRODAM, SPDA, SPOBRAS, SPNEGÓCIOS, SPSEC, SPTRANS, SPTURIS, SPURBANISMO, AHM, AMLURB, TMSP, FUNDATEC, HSPM, IPREM, SFMSP e SPCINE recebem anualmente quase 30% dos recursos arrecadados pelo Município. Em 2013, o valor destinado à Administração Indireta superou R$ 9 bilhões.

Continue lendo