Conheça os projetos apresentados pelas equipes da Hackatona do Ônibus

Entre 27 e 28 de outubro, cerca de 60 pessoas estiveram reunidas em 15 equipes para participar da Hackatona do Ônibus, uma “maratona hacker” em busca de soluções criativas para o transporte público paulistano que encerrou as atividades do evento São Paulo Aberta. Organizada pela SPTrans e pela Controladoria Geral do Município, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), o concurso ofereceu 15 mil reais em prêmios às três equipes com os projetos mais bem avaliados.
Saiba como foi a maratona clicando aqui.
Veja abaixo as apresentações dos aplicativos desenvolvidos durante a Hackatona:

1º lugar #Cadê o ônibus
Equipe NanoIT

Multiplataformas, o “Cadê o Busão?” terá três interfaces com funcionalidades específicas pensadas para passageiros, cobradores e gestores do sistema viário. Para usuários, são oferecidas informações a respeito do trânsito, como estimativas de tempo e notificações de proximidade de um determinado ônibus; para cobradores, é possível atualizar informações sobre o trânsito que sua linha enfrenta, a situação de lotação do veículo e notificar ocorrências policiais e de bombeiros, por exemplo; Além destes, há o módulo da SPtrans, com a possibilidade de gerar relatórios que permitirão a avaliação do sistema.

2º lugar #Trilha#SP
Equipe PoliGNU

Com o Trilha#SP, os passageiros podem avaliar suas viagens de forma geral e em cinco tópicos distintos: lotação, conforto, higiene, atendimento do cobrador e atendimento do motorista. A medida em que o usuário faz as avaliações, o aplicativo acumula informações que oferecem subsídios para se pensar a necessidade de renovação da frota até política tarifária.

3º lugar #InSPorte
Equipe Bad Request

Também com a proposta de consultar a avaliação do usuário do sistema de transporte público a respeito do serviço que lhe é prestado, o foco do InSPorte é permitir que o passageiro opine rapidamente sobre linhas, pontos e motoristas, além de relatar incidentes. As informações recebidas são disponibilizadas para a população de formas com fácil leitura, como o ranqueamento das 10 linhas com melhor e pior avaliação.

demais equipes:

#Decifrando os Ônibus em SP
Equipe Arbex_Tech

O projeto “decifrando o ônibus em São Paulo” busca pontos e linhas de ônibus que passam próximas a um determinado local, e permite a avaliação do atendimento da rede naquela área. Além disso, oferece um relatório das melhores opções segundo critérios como tempo de espera para os passageiros escolherem o ponto de ônibus que o atenda de forma mais rápida.

#Fiscal Cidadão
Equipe Kill9

Também apostando no usuário do transporte público para a fiscalização do serviço de transporte público, o aplicativo “Fiscal Cidadão” agrega os dados recebidos e destaca os pontos que sofrem mais reclamações, além de produzir um gráfico com os tipos de problema enfrentado pelo passageiro, como lotação e atrasos. Estas críticas também ficam dispostas em uma time-line que registra o tipo de queixa, linha criticada e o horário do registro.

#Timeline do Transporte público
Equipe Blab

A timeline do Transporte Público confere o registro de viagens e bilhetagens de uma linha específica em um dia selecionado. Com isso, é possível observar o número de pessoas que usa a linha em questão, bem como o cumprimento do número de viagens estabelecido. Apesar de ainda estar em desenvolvimento, o aplicativo já pode ser verificado em: http://apps.thacker.com.br/deolhonoonibus/

#Padrões de Bilhetagem
Equipe I9

O aplicativo Padrões de Bilhetagem foi desenvolvido com o objetivo de melhorar a distribuição de passageiros no transporte público. Para isso, ele pede a localização e a linha desejada pelo usuário, para então retornar as informações sobre pontos de ônibus mais próximos, locais de recarga, e a quantidade de passageiros abordo do ônibus que o passageiro está aguardando.

#Só se é o que se mede
Equipe + Público

No endereço http://maispublico.appspot.com/bilhetagens.html, já é possível conferir médias de velocidade e número de passageiros, divididos por hora. O aplicativo ainda está em desenvolvimento, e pretende monitorar o número de passageiros em cada ônibus via bilhete único e GPS, o que deve ajudar a identificar trechos e momentos de superlotação nos ônibus.

#Planejamento operacional das linhas
Equipe PET: Planejamento Estratégico de Transportes

A proposta de Planejamento Operacional das Linhas de ônibus é um tanto ousada. Otimizar os horários de partida dos ônibus, de forma a atender 90% da população com o tempo de espera inferior a 10 minutos. A ideia é fazer uma pesquisa de origens e destinos para a criação de linhas otimizadas, e oferecer previamente informações sobre a lotação da linha ao passageiro.

#Eu ando de ônibus
Equipe DLJ2V

Com base nas avaliações dos usuários e do VLC, uma espécie de computador de bordo instalado nos ônibus, o aplicativo pretende calcular o tempo de espera nos pontos de ônibus e a velocidade média de tráfego na cidade. Também é possível enviar imagens sobre problemas que os problemas da cidade.

#ônibus nota 10
Equipe Bus10


A proposta da equipe Bus10 é estimular a avaliação das linhas por parte dos usuários, permitindo que interajam para compartilharem informações. A partir dos relatos e das notas que as linhas receberem, o aplicativo ainda sugere um sistema de ranqueamento que premie os usuários mais assíduos e os motoristas com melhor avaliação. Em fase de desenvolvimento, este deverá ser o endereço do aplicativo: http://bus10.mobi/

#De olho no olho
Equipe Cittati

As informações geradas pelo VLC também permitiram ao grupo Cittati criar um aplicativo que fiscaliza o cumprimento da escala de saída dos ônibus.

#Ponto a Ponto
Equipe Inova

Para melhorar a sinalização do sistema de transportes, e por oportunidade oferecer também um serviço que contemple as necessidades de estrangeiros, a equipe Inova sugeriu a instalação de totens nas pararas de ônibus. Estes totens seriam capazes de informar as linhas que atendem o terminal, sugerir rotas e indicar pontos turísticos da cidade.

#Meu Busão Sp
Equipe Programação Aberta UNICAMP

Além de compartilhar as avaliações dos passageiros, o aplicativo Meu Busão vai indicar o horário previsto de chegada dos ônibus em cada ponto de sua rota. O projeto ainda propõe que o usuário possa solicitar informações sobre a previsão de chegada dos próximos ônibus em um determinado ponto via SMS.

#Ampel
Equipe Novandi

O Ampel, Aplicação para Monitoramento de Paradas e Linhas, busca fornecer dados em tempo real sobre a situação dos carros e paradas com informações de usuários e da SPtrans. Com os registros, o Ampel poderá rastrear locais com maior fluxo e permitir alterações que diminuam a lotação de ônibus e paradas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>